top of page

Networking para RH: a importância de estabelecer bons contatos


Networking para RH | Artigo exclusivo da Great People
Networking para RH | Artigo exclusivo da Great People

Uma rede profissional de relacionamento bem construída depende dos contatos firmados ao longo da carreira, e o networking é uma importante ferramenta estratégica para conectar interesses e oportunidades.


O conceito é amplo e serve de base para diversos objetivos, desde cultivar boas relações para troca de experiências e ideias até formar parcerias de negócios por meio dos profissionais que atuam em cada empresa.


Continue a leitura e saiba mais!


Por que o networking é tão importante para sua carreira?


Networking é a construção de uma rede de contatos profissionais que permite estabelecer conexões, trocar experiências e criar vínculos importantes.


Para profissionais de RH, principalmente, ter uma rede sólida permite não somente que evoluam em suas carreiras, mas que também sejam exemplo para outras pessoas e ainda tenham acesso ao que está sendo feito em outras organizações e às principais tendências e práticas de gestão do mercado.


Além disso, fazer um bom networking é gerar novas oportunidades, pois, por meio da rede de contatos é possível alcançar pessoas em variados contextos e com diferentes objetivos, como parcerias comerciais e captação de talentos, fornecedores, clientes e investidores.


Quais são os benefícios do networking para RH?


Quando os profissionais de RH fazem networking, beneficiam não só a si mesmos, como também a empresa em que trabalham. Afinal, a troca de contatos entre pessoas pode se desdobrar em parceria entre as empresas em que atuam e favorecer os negócios.


Vejamos mais algumas vantagens dessa iniciativa:


Atualização e aprendizado contínuo


Quem faz networking está sempre aprendendo algo novo com os seus contatos, dos mais antigos aos recém-chegados. As postagens nas redes sociais, os eventos e as parcerias permitem maior acesso a informações e vivências que produzem insights valiosos para serem aplicados na própria empresa e na vida profissional como um todo.


Possibilidade de posicionar a empresa como referência em gestão de pessoas


Por meio do networking, os profissionais da área têm a chance não só de aprender com os outros, mas também de mostrar o que estão fazendo na empresa para atrair, fidelizar e garantir a permanência dos talentos.


Fortalecimento do branding pessoal e organizacional


Fazer networking é uma forma de mostrar sua expertise e experiência na área e, claro, fortalecer a sua imagem profissional. Portanto, é uma ferramenta de branding pessoal, que ajuda a levar o seu nome para mais pessoas e contribuir para um posicionamento de referência na área em que atua.


Contudo, principalmente quando falamos de profissionais de RH, o networking também é interessante para os negócios. Afinal, por meio da sua imagem pessoal também é possível levar o nome da marca adiante, construir credibilidade e fortalecer relacionamentos estratégicos.


Newsletter - Faça sua inscrição | Conteúdo Networking para RH.

Como fazer networking no RH?


É muito importante construir uma rede de contatos profissionais pensando nos seus objetivos profissionais e/ou da empresa em que atua.


No entanto, é importante não tornar essa estratégia um “jogo de interesses” e sempre se lembrar de que todas as partes envolvidas precisam se beneficiar desse relacionamento. Ou seja, estamos falando de uma via de mão dupla, onde se prioriza a troca e evolução coletivas.


Conheça alguns canais eficazes para construir e fortalecer a sua rede:


Redes sociais


Já faz tempo que as redes sociais são usadas para mostrar os acontecimentos da vida pessoal e nos últimos anos passaram também a ter utilidade profissional. Tanto Facebook e Instagram possibilitam a criação de perfis profissionais, mas é no LinkedIn que o networking se torna mais efetivo.


Em tempos de transformação digital, migração dos negócios para a internet e mudança no formato de trabalho, com prevalência do home office, é fundamental usar as redes sociais para fazer conexões no ambiente virtual.


Um dos pontos positivos é que nas redes sociais não há limites geográficos para que uma boa conexão aconteça. Um profissional pode estar no sul do país e criar uma relação sólida e produtiva com alguém que esteja no Sudeste, por exemplo.


Conectar e manter um relacionamento com profissionais e empresas dos mais variados lugares abre um leque de possibilidades e oportunidades. Em muitos casos, as práticas regionais não influenciam no modo de gestão de pessoas, considerando a semelhança das necessidades e expectativas.


Aproveitar o potencial das redes, fazer publicações direcionadas, curtir postagens e interagir nos comentários mantém aceso o interesse e a atenção sobre os perfis de forma mútua. Seguir e ser seguido de maneira estratégica e com objetivos afins pode render bons negócios para todos conectados na rede.


Comunidades e grupos de discussão


Tanto as comunidades quanto os grupos de discussão são excelentes para a troca de experiências e vivências, além de um ambiente propício ao brainstorming. As pautas levam a assuntos específicos de RH, o que permite maior imersão e reflexão sobre os desafios e problemas da área para encontrar soluções com mais facilidade.


As práticas e resultados apresentados podem ajudar a formular estratégias e visualizar o que pode ou não dar certo na empresa. Discutir situações que envolvem a força de trabalho e as demandas de RH permite uma reflexão sobre o que o time e a empresa estão fazendo por seus talentos.


Eventos presenciais


Os eventos de RH, como palestras, workshops, happy hours, simpósios e congressos, são ideais para fazer networking já que todos os participantes têm interesses comuns. É a oportunidade de conhecer pessoas novas, coletar dicas, contribuir com exemplos e até intensificar as ações de branding da empresa.


Eventos e workshops online


Os eventos online promovidos em redes sociais como Facebook, LinkedIn e Instagram ou plataformas de empresas especializadas em gestão de pessoas são também canais para networking. Muitos abrem espaço para interações e comentários, o que fomenta uma discussão saudável em torno de diversos temas.


A virtualidade promove aproximação de pessoas conectadas em lugares diferentes, no Brasil e no mundo. A amplitude de alcance de um evento online favorece o desenvolvimento e crescimento profissional e a área de RH, com seu papel estratégico, demanda talentos que estejam atualizados, sintonizados e atentos às tendências e acontecimentos.

O networking deve ter um foco qualitativo e não quantitativo, para que a rede de relacionamento seja positiva. É preciso construir relações significativas para que as trocas aconteçam em momentos diferentes, evoluindo para conexões mais profundas e duradouras.


Gostou deste conteúdo?

Para ter acesso a mais dicas e informações sobre gestão de pessoas e o mundo do trabalho, assine a nossa newsletter!


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page