top of page
  • Foto do escritorEquipe Great People

Gestão Humanizada: o que é, vantagens e como aplicar

Atualizado: 24 de nov. de 2023


Pessoas ao redor de uma mesa de trabalho fazendo um gesto de união com as mãos para frente em formato de "soquinho".
Gestão Humanizada | Artigo exclusivo Great People.

A humanização é um tema cada vez mais recorrente nas rodas de discussões e debates de RH, sobretudo, com foco na implantação de uma gestão humanizada. O pós-pandemia trouxe uma profunda reflexão sobre o uso do tempo e a dedicação à vida e ao trabalho.

O mundo mudou, as pessoas mudaram e as empresas precisam se adaptar a esse cenário novo se quiserem manter e atrair os talentos. É preciso estabelecer uma cultura pautada na gestão People Centric e conectar interesses para criar um excelente ambiente de trabalho.

Um RH estratégico e inovador tem a missão de unir empresa e colaboradores, por meio dos valores e de uma relação de confiança de modo que juntos os objetivos sejam traçados e alcançados.


O que é gestão humanizada?


Gestão humanizada é um modelo que propõe um olhar atento sobre as pessoas, suas necessidades e expectativas, tanto profissionais quanto pessoais.


A empresa se torna mais corresponsável pela saúde mental e bem-estar de seus colaboradores, promovendo uma junção de fatores para que todos estejam alinhados com a cultura, com os objetivos e com suas próprias aspirações.


Por mais que a empresa ofereça produtos e serviços de qualidade, são as pessoas seu principal diferencial competitivo. É por meio do trabalho desenvolvido pelos talentos que uma empresa consegue se destacar e se firmar no mercado como marca.


A gestão humanizada é, portanto, um modelo que adequa os interesses da organização às necessidades das pessoas responsáveis por seu funcionamento. Para ser efetiva, o RH trabalha a aproximação de líderes e colaboradores, desenvolvendo uma relação saudável de confiança mútua, dentro de um ambiente diverso, inclusivo e colaborativo.


Como esse tipo de gestão beneficia pessoas e empresas?


A humanização aplicada à gestão coloca as pessoas em primeiro lugar, pensando em como garantir melhores condições de trabalho. Para que os funcionários desempenhem bem as funções, se sintam felizes e motivados, é importante que a empresa crie meios de potencializar habilidades e competências sem, contudo, negligenciar a satisfação pessoal.


Uma gestão humana traz vantagens de contexto amplo, tanto para os talentos quanto para a organização. Veja algumas delas!


Torna a liderança mais empática

Com a proximidade das relações, os líderes passam a entender melhor seus liderados e participar mais ativamente da rotina na equipe. Assim, o gestor consegue se colocar no lugar do outro e visualizar as dificuldades e desafios enfrentados no dia a dia.


A instituição de uma gestão humanizada leva, consequentemente, ao desenvolvimento das lideranças para esse novo cenário. Os líderes aprendem a praticar uma escuta ativa, estimular e valorizar as contribuições, reconhecer os esforços e, acima de tudo, compreender as necessidades de cada membro da equipe.


Transforma a cultura e melhora o clima organizacional

A cultura organizacional é um dos pilares mais importantes de uma empresa que desencadeia a criação de diversas políticas e práticas que envolvem as pessoas. Além disso, uma cultura de reconhecimento e valorização das pessoas contribui para que o clima no ambiente de trabalho seja saudável e voltado para o coletivo.


Com a humanização, a organização passa a ser sustentada por uma cultura que alinha valores, objetivos, necessidades e benefícios. A gestão humanizada defende uma evolução contínua, com participação e oportunidades igualitárias e gerenciamento dos conflitos para preservar o bem-estar e as boas relações.


Coloca as pessoas no centro do negócio

O capital humano, como bem precioso da empresa, deve ter um lugar de destaque na estrutura organizacional. A gestão humanizada estabelece melhor posicionamento das pessoas, bem como seu valor dentro da empresa.


O papel do RH humanizado é reorganizar, reformular e fortalecer uma nova mentalidade onde todos podem e devem colaborar sem medo de retaliação ou punição. O ambiente de trabalho se torna um lugar onde as pessoas desejam estar, comungando das mesmas ideias e valores, uma vez que se sentem valorizadas e pertencentes.


Favorece a inovação

Mais do que o avanço tecnológico e digital, a inovação abrange outros tópicos como adaptabilidade, acompanhamento de tendências, criatividade e elaboração de estratégias. Um RH humanizado com perfil inovador vai ajudar a empresa a pensar, enxergar e ir além dos objetivos.


A inovação permite o desenvolvimento de novos métodos, produtos, serviços e tecnologias, remodelando o processo criativo e os comportamentos. A gestão humanizada evidencia fatores antes não observados, extraindo ao máximo as possibilidades e efetividade das entregas.


Aumenta a produtividade

Colaboradores felizes trabalham satisfeitos e produzem mais, o que muito tem a ver com a forma com que são tratados e o que a empresa oferece de benefícios. Ter um trabalho flexível e mais equilíbrio entre vida pessoal e profissional, por exemplo, são alguns exemplos de práticas que contribuem para a satisfação das pessoas e podem integrar uma gestão humanizada.


Nesse modelo de gestão, os líderes deixam de ser os protagonistas e vão para os bastidores, dando o suporte que a equipe precisa, incentivando a autogestão.


Com isso, os profissionais talentosos fazem um bom uso da autonomia para gerenciar o tempo, cumprir suas atividades e entregar excelentes resultados.


Aumenta a permanência de talentos

O alto índice de turnover é um dos maiores problemas enfrentados pelas empresas modernas, já que salário e benefícios tangíveis não são mais motivos para um talento permanecer em uma organização.


A rotatividade não é benéfica para a empresa, se tratando de custos e continuidade dos projetos, e a gestão humanizada e sua busca por condições melhores de trabalho são também uma forma de fomentar a permanência dos talentos.


Com um excelente ambiente de trabalho, clima agradável nas relações, associado ao respeito, reconhecimento e valorização, bem como benefícios que vão além do óbvio, dificilmente um colaborador voltará seus olhos para o mercado em busca de uma nova oportunidade.


Abre espaço para a diversidade e inclusão

Em um ambiente diverso e inclusivo, as pessoas se permitem ser como são e se dedicam a dar o seu melhor em prol dos objetivos da empresa. A humanização traz para dentro da empresa o respeito às diferenças, valorizando o que cada um tem de melhor, estimulando a contribuição com ideias e sugestões.


O senso de pertencimento é inevitável, assim como o desejo natural de ver os projetos se desenvolvendo com excelência. Em um lugar que prima pela diversidade e inclusão, não existem barreiras, dificuldades e distanciamento nas relações, o que ajuda a empresa a atingir o seu máximo de eficiência.



Como aplicar a gestão humanizada no ambiente corporativo?


Antes de trazer dicas de aplicação, é importante saber que a gestão humanizada parte de quatro pilares básicos:

  1. Observação – análise inicial das necessidades dos colaboradores, suas demandas e possibilidades de melhoria das condições de trabalho;

  2. Comunicação – da escuta ativa à troca de informações, é preciso manter canais claros e efetivos entre lideranças e equipes;

  3. Integração – com uma comunicação unificada e abrangente todos falarão a mesma língua dentro da empresa, facilitando o entendimento, o engajamento e as contribuições em torno dos objetivos;

  4. Adaptação – a gestão precisa, de fato, estar disposta a promover mudanças, adaptar processos e métodos, conectando objetivos e necessidades, envolvendo a todos em uma jornada de transformação.

Para implementar uma gestão humanizada que seja inovadora, construtiva e positiva, considere os pilares para dar início a um novo modelo de negócios, seguindo os passos de acordo com o negócio de seus objetivos e médio a longo prazo:

  • avalie o cenário atual da empresa.

  • conheça as exigências do mercado.

  • conheça as necessidades dos colaboradores enquanto profissionais e pessoas.

  • defina metas e estabeleça prazos alcançáveis para empresa e colaboradores.

  • desenvolva e envolva as lideranças no processo de transformação.

  • crie política de incentivos e benefícios com foco nas necessidades.

  • implemente a cultura do feedback.

  • invista no engajamento das equipes.

Você pode gostar de ler também 👇


Essas são apenas algumas dicas que podem ser complementadas conforme forem surgindo as demandas e ideias.


O mais importante é que a empresa esteja aberta às mudanças fazendo da gestão humanizada a força motriz para a construção de uma cultura centrada nas pessoas.


Para ter acesso a mais dicas de gestão, assine a nossa newsletter e receba conteúdos atualizados direto na sua caixa de entrada!



57 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page